Casa, palavra que pode significar habitação. A meu ver, lugar onde perpassam forças diversas e que também significa lugar que acolhe, que contém algo.

Partindo do que é possível “habitar uma casa”, comecei a observar meu pai na sua rotina diária. Ele, cearense natural de Aracati (CE), possui uma agilidade corporal que despertou minha atenção. Por muito tempo, ele fica na posição de cócoras e sua bacia vai lá até o chão. E o que mais me impressiona é quando ele se levanta, tem a leveza de uma criança, mesmo com 76 anos de vida.

Passei, então, a me interessar por esta posição, tão comum entre índios e sertanejos, em especial, no contexto do nordeste brasileiro. É uma característica marcante em suas corporalidades, que são mais corriqueiras nos atos de fumar um cigarro, conversar com amigos ou catar coisas no chão.

Na pesquisa corporal que desenvolvo, percebi também que ficar de cócoras é uma posição recorrente no meu cotidiano. Freqüentemente, meu corpo assume esta postura que é tão habitual em meu pai e isso me instiga.

Eu e meu pai somos morenos, baixos e com olhos apertados. As pernas são bem parecidas, um pouco tortas, ou seja, um grau leve de curvatura interna. O caminhar é semelhante, ambos pisamos para fora (ou seja, nas bordas externas dos pés), o que acaba deixando marcas nas laterais dos calçados. Logicamente, a mescla da herança genética e dos estímulos culturais que recebi do mundo fazem de mim o que sou hoje.

Daí me questiono: o que acontece com meu corpo quando estou na posição de cócoras?

Na perspectiva cênica das minhas investigações artísticas, a corporalidade é um fator crucial da construção dramatúrgica, no sentido de uma qualidade no modo como meu corpo se movimenta para construir significados.

Penso, então, sobre que informações serão organizadas para estabelecer relação com o dentro e o fora do corpo. A convivência com meu pai e o contato com os índios, circunstancialmente, provocarão alguma espécie de mudança no modo como me movimento na posição de cócoras, ao mesmo tempo, em que outras conexões serão organizadas.

 

Anúncios